logotipo-final

 

Calendário de Eventos

Bumba Meu Boi no Maranhão

De Sexta-feira, 08 Junho 2018
Até Sábado, 30 Junho 2018

Trata-se da principal festa popular do Maranhão e seguramente uma das mais grandiosas do Brasil. Tem início dia 13 de junho, dia de Santo Antônio. Segue-se o dia de São João (24), São Pedro (29) e São Marçal (30 de junho). Nessa época a cidade fica repleta de arraiais e grande parte da população é envolvida nas comemorações.
A maior atração deste período é o bumba-meu-boi, a mais importante manifestação folclórica do Estado, que distribui exuberância com seus ritmos, danças e cores. O bumba-meu-boi surgiu no Brasil em fins do Século XVIII, no Nordeste, sendo gradualmente incorporado pelas comunidades rurais.
No Maranhão esse processo de assimilação gerou um espetáculo de grande riqueza dramática e musical. O auto popular do bumba-meu-boi conta a história de Catirina, uma escrava que leva seu homem, o nego Chico, a matar o boi mais bonito da fazenda para satisfazer-lhe o desejo de grávida: comer língua de boi.
Descoberto o malfeito, o Amo (que encarna o fazendeiro, o latifundiário, o “coronel”, a autoridade) ordena que os índios capturem o criminoso, que, trazido à sua presença, representa a cena mais hilariante da comédia (e também a mais crítica no sentido social). Para ressuscitar o boi, chama-se o doutor, cujos diagnósticos e receitas estapafúrdias ironizam a medicina. Finalmente, ressurgido o boi e perdoado o negro, a pantomima termina numa grande festa cheia de alegria e animação, em que se confundem personagens e assistentes.
Um dos momentos mais empolgantes da festa é quando, no dia de São Pedro, todos os grupos de bumba-meu-boi que brincam na ilha vão até a capela de São Pedro, no bairro da Madre Deus, para pagar promessas e prestar homenagens ao Santo. Neste período acontecem também outras manifestações folclóricas como a quadrilha, o lelê, o caroço, o cacuriá e o tambor de crioula.
Local : São Luís(MA)

Voltar