logotipo-final

 

Calendário de Eventos

Congada de Cotia

De Sábado, 12 Maio 2018
Até Domingo, 13 Maio 2018

A tradicional Congada de São Benedito de Cotia acontecerá neste final de semana e comemora a Abolição da Escravatura no Brasil.

É o segundo ano que a Congada será realizada sem seu criador, o Sr. Benedito de Castro, o Seo Dito, que morreu em 2016. Porém, a família segue com a tradição e promete uma grande festa, recebendo visitantes de muitas cidades do interior. A festa acontece na Vila São Joaquim.

Confira a programação, revelada em primeira mão ao Jornal Cotia Agora.

Sábado

17h – Chegada da congada de Taubaté e Mogi das Cruzes, dando inícios às festividades.
18h – Será transportado pela Defesa Civil juntamente com os grupos folclóricos visitantes o busto da Princesa Isabel que se encontra na Câmara Municipal de Cotia, fazendo cortejo até o local da festa.
20h – Terço na casa do festeiro, Sr. Benedito Pereira de Castro, por intenção das almas dos escravos.
20h30 – Apresentação do grupo de capoeira Baluarte e estagiário Peter, instrutor Negão, supervisão Mestre Tizil.
22h – Show com apresentação de Grupos Regionais
23h – Forró com Trio Zabumbão na sede da Congada.

Domingo
06h – Hasteamento das bandeiras brasileira, paulista e de Cotia – Alvorada com grupos folclóricos
09h – Chegada da Congada de Mogi das Cruzes, Taubaté, Pindamonhangaba, Lorena e Maracatu de São Paulo (Cia Caracaxá) e Mocambos de Raíz Nagô.
11h – Missa em intenção das Almas dos escravos no salão comunitário da Vila São Joaquim
15h – Encontro das Bandeiras, a seguir representação da Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel
16h30 – Procissão dos Santos Patronos acompanhado pelas Congadas, logo após apresentação das mesmas
20h – Apresentação do Grupo Aurum-Percussão Centro Cultural Família Ile Axé
22h – Show de encerramento com o grupo Art Popular.

Locutor do Evento: Zé Galinha.

Benedito Pereira de Castro
Conhecido como Seo Dito, foi o fundador da festa da Congada de Cotia. Falecido em agosto de 2016, este será o segundo ano de festividade sem sua presença.
Dito nasceu em São Luiz do Paraitinga e foi lá que sua mãe deu origem à Congada da região em celebração à assinatura da Lei Áurea, em 1888, pela Princesa Isabel, que garantiu a liberdade dos escravos.

Ao vir morar em Cotia ainda na adolescência, Dito fundou a Congada de São Benedito com a ajuda do pai e dos irmãos, em 1951. Desde então, a semana de 13 de maio tem sido comemorada pela família Castro. Em 2014 a Congada foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial do Município, por meio da Lei nº 1823.

“Meu pai se tornou mestre, como é reconhecido pelas Congadas, pela ajuda da família Castro e de todos os que permaneceram ao seu lado durante esses anos”, disse Elisete de Castro, uma das cinco filhas de Seu Dito.

Benedito é reconhecido por ter sido figura atuante na cultura popular de Cotia e em outras cidades pela criação da Congada e por ter deixado todo um legado da festividade.

Local : Vila São Joaquim, SP.

Voltar